SPA-Uraí resgata cachorro Cão-Munitário

30/10/2013 13:03

Na tarde desta quarta feira, 30 de Outubro, a Ong SPA-Uraí recebeu informações de que havia uma cachorrinha passando mal, na rua Montevidéu, que segundo o informante possivelmente ela teria sido envenenada, de acordo com os sintomas que estava apresentando.

Rapidamente dois voluntários da Ong SPA  os membros Ana Flávia e Walter foram até o local, e encontraram o animalzinho deitado e se debatendo no porão da residência. Uma moradora da mesma rua se dirigiu até os voluntários informando que havia vários filhotes, e que alguns  os vizinhos haviam resgatado, e que tinha ficado apenas  um que inclusive havia dado banho e alimentado, porém não poderia ficar com ele pois já era proprietária de alguns animais adulto.

Rapidamente, a cachorra foi resgatada juntamente com o filhote e encaminhada ao médico veterinário Reginaldo Takano, que após examinar informou que a cachorrinha estava bastante debilitada por falta de cálcio, ocasionado pela período de lactação e que caso não fosse medica levaria a morte, tanto que o  animal já estava em estagio bastante avançado, apresentando tremores,  e com  possíveis convulsões.

 A cachorra foi medicada e levada de volta para sua casa. Porém ela não tem dono, os vizinhos que cuidam dela, podendo dizer que essa cachorra faz parte do que chamamos de cão-comunitário, onde várias pessoas da vizinhança cuidam em comum do mesmo animal. Esperamos que ela se recupere, e assim que possível a Ong SPA se prontificou a castrá-la. Já o filhote um lindo macho de aproximadamente dois meses, gordinho, de cor preta com o peito branco, foi doado para Cristina, agora tendo um novo lar, e estará em boas mãos.

 

Atualização: Após a tentativa de salvar a pobre cachorrinha, ela não aguentou e veio a falacer dia 02/11/2013..... Ela foi para junto de outros anjos, para a "PONTE DO ARCO IRIS". Vá com DEUS pequena!!!

Fonte: setor de comunicação SPA-Uraí.

 

Voltar

Pesquisar no site

Sociedade Protetora dos Animais © 2014 Todos os direitos reservados.